3 Ingredientes que tornam uma equipe extraordinária

3 Ingredientes que tornam uma equipe extraordinária

Ser um bom generalista é tolice. Ser especialista é significativo. Ser bom em muitas coisas significa que você não é bom em nada. A cultura recompensa o notável. As pessoas pagam pelo extraordinário. É melhor ser especialista.

Em um episódio recente do Entreleadership Podcast de Dave Ramsey, o autor Markus Buckingham disse: “Líderes são especislistas. Os melhores líderes não são generalistas. No entanto, as equipes que eles criam são generalistas”. Profundo.

Assim que eu ouvi isso, eu tive a imagem mental do que foi feito acima com relação aos lápis de cor. Nesta imagem encontra-se a receita para uma extraordinária equipe baseada em pontos fortes. Cada lápis é especialista, tem a sua cor única, e junto com os outros lápis especialistas, cria-se uma unidade generalista.

1) Vantagens de ser especialista

Parece difícil ser especialista, já que muitas coisas são exigidas de nós nos dias de hoje. À medida que saltamos de uma tarefa para outra e de um projeto para outro, nossos traços especialistas vão se tornando generalistas. E também não ajuda o fato de crescermos em uma cultura e um sistema escolar que recompensa o generalismo ao invés da especialização.

Se você estudar os líderes, então você vai descobrir rapidamente que eles não têm um perfil perfeitamente generalista como um líder. Eles são excepcionais em algumas poucas áreas e se cercaram de pessoas que são fortes nas áreas em que eles são fracos.

Na condição de seres humanos, temos uma altíssima capacidade de aprender, mas nós só ficamos incrementalmente melhores em nossas fraquezas. No entanto, os pontos fortes são um multiplicador. Aprendemos mais rápido, temos maior intuição, bom senso, visões mais claras, e nossos resultados são multiplicados em nossa zona de força.

Pontos fortes lhe dão vantagem, um diferencial. Pergunte a si mesmo “onde sou eu marginalmente melhor do que os outros?”. Você não tem que ser especialista ou maciçamente melhor no início, porque você pode melhorar seu diferencial.

2) Exclusividade

Saiba que cor você não é (também conhecido como fraquezas). Um lápis verde nunca vai deixar uma marca azul. Encontre equipes que não têm a cor que você traz. A perspectiva única, o conjunto de habilidades, e ativos só você possui.

Encontre o seu talento e o explore.

3) Associação

Nada de grande jamais foi alcançado sozinho. É preciso uma equipe de pessoas inteligentes para combater as demandas sempre mutáveis ??de hoje. O ferro afia o ferro. Pessoas afiadas mantém os outros afiados. Comunique sua especialização única à equipe. E muito cuidado com as pessoas que são cegas para suas especialidades fortes, já que elas irão puxá-lo para o generalismo.

Encontre suas associações e se aproxime.

Quão bom você pode ficar? Quão alto você vai subir? Qual o impacto que você terá quando otimizar seus pontos fortes para ficar afiado, desbloquear a sua singularidade, e encontrar o alinhamento com associações?

 

Autor: Ryan Jenkins

Artigo publicado originalmente no site Project Times