Mosteiro Vila Kostka Itaici

O Mosteiro de Itaici é um conjunto formado por uma grande igreja, oito capelas, várias salas para reuniões, biblioteca, refeitório, sarcógrafo, copa, cozinha, frigorífico e quartos para acomodar aproximadamente 500 pessoas, entre outros aposentos, todos dispostos harmoniosamente entre jardins cuidados com esmero.

Está localizado no bairro de Itaici, em Indaiatuba/SP. O local é conhecido, nacionalmente, por ter recebido a sede do encontro anual da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil; mas para muitos é conhecido mesmo apenas como um centro de espiritualidade onde há cursos, encontros e retiros.

No tempo do Brasil Império o local era uma enorme propriedade rural denominada Fazenda Taipas, pertencente a João Tibiriçá, presidente da província de São Paulo. Em 1860 as terras e a casa-grande da fazenda foram adquiridas pelo Internato São Luiz de Itu (que funcionava no atual prédio do exército) para ser um sanatório de doentes e ao mesmo tempo local de retiro para os jovens seminaristas que, por virem do Brasil inteiro ena impossibilidade de extensas viagens, ficavam na sede da fazenda durante as férias.

Em 1917 o Internato São Luiz de Itu mudou-se para São Paulo, desta vez como externato, e a sede da Fazenda Taipas, até hoje preservada, passou a funcionar apenas como local de encontros religiosos periódicos, sendo zelada por administradores contratados até 1950, quando foi doada para o Seminário Jesuíta de Nova Friburgo (RJ). A partir deste ano o Irmão Larrañaga,  com ajuda de irmãos, padres e jovens noviços começou a liderar a construção do atual conglomerado que forma o Mosteiro de Itaici, chamado carinhosamente na época de “Casa Nova”: igreja, capelas, três alas de dormitórios com mais de 100 metros cada uma, refeitório e salas de reunião. Durante a construção, todos moravam na agora “antiga” sede da fazendo enquanto edificavam – bem próximo a ela - o projeto cuja inspiração arquitetônica veio da Universidade Rural do Rio de Janeiro e demorou 12 anos para ser terminado.

No ano de 1954, com ajuda do Governo do Estado de S. Paulo e com a colaboração da comunidade, a Casa Nova foi terminada em estilo colonial.

A partir de 1972 o Mosteiro de Itaici foi transformado em uma Casa de Retiros. 

As reuniões de bispos passaram a ser constantes desde 1968, por regiões ou por dioceses. 

Na década de 70 parte do patrimônio foi vendido e a renda também foi revertida para a manutenção da casa, que conta com mais de 60 funcionários.

E agora, o Mosteiro entra em obras de construção e retrofit, para melhoria da sua infraestrutura.

https://www.itaici.org.br/