Estimulando a energia positiva em projetos

Estimulando a energia positiva em projetos

Uma equipe positiva é uma equipe produtiva. Na condição de gerente de projetos, existem muitas funções e tarefas diferentes que você deve realizar. Uma delas é a criação de um ambiente de trabalho positivo para si e para todos os outros membros de sua equipe. Ao fazer isso, você está aumentando as chances de sucesso do projeto, reduzindo a probabilidade de problemas e, potencialmente, reduzindo a duração do tempo que leva para a conclusão do projeto.

Se você já participou de algum treinamento de gerenciamento de projetos, você vai saber que uma das coisas que você aprende é como transferir positividade para a sua equipe. Aqui estão algumas dicas para a criação de energia positiva em gerenciamento de projetos.

Seja você mesmo positivo

Todos os aspectos do gerenciamento de projetos exigem que você dê o exemplo. Seus funcionários vão ver como você se comporta no ambiente de projetos e adotá-lo como modelo. Se você for negativo, isso vai criar uma atmosfera negativa para toda a equipe. Por outro lado, se você for positivo para os outros, isso terá um impacto sobre a atitude e comportamento individual deles.

Comemore o sucesso

Não há nada pior do que trabalhar realmente duro em algo e não notarem seus esforços. A equipe em breve ficará desmotivada e menos produtiva, pois eles vão se sentir muito negativos com relação ao trabalho. Em vez disso, reconheça os esforços, as conquistas e pontos fortes de cada membro da equipe. Não é preciso muito esforço para dizer ‘obrigado’ ou ‘muito bem!’.

Ter o seu trabalho reconhecido e saber que seu esforço é apreciado irá elevar os níveis de positividade entre a equipe. Por sua vez, isso vai aumentar a produtividade e criar um ambiente de trabalho mais feliz.

Evite a cultura da culpa

Às vezes, erros são cometidos ou as coisas vão mal. Você precisa saber a causa do problema para pensar a melhor maneira de consertar as coisas. No entanto, você não deve procurar colocar a culpa nos indivíduos. Isso só leva à negatividade. Em vez disso, se concentre em encontrar maneiras de evitar que o problema ocorra novamente.

Adote uma abordagem flexível

Só porque a sua estrutura de gerenciamento de projetos sugere que algo precisa ser concluído de uma forma particular, não significa que isso sempre tem que ser seguido à risca. Esta é apenas uma orientação, e não uma fórmula rígida para o sucesso. Permitir que as pessoas tenham um pouco de flexibilidade na forma que elas trabalham pode se adequar ao estilo de trabalho delas melhor e elas vão se sentir muito mais positivas sobre o projeto. Insistir em uma forma rígida de trabalho pode sufocar as pessoas e fazê-las sentir negativas sobre o processo.

Seja um descobridor de soluções 

Para cada problema, há uma solução. Focar no problema em si pode levar à energia negativa. Em vez disso, é importante se concentrar mais em todas as soluções possíveis. Você deve incentivar que cada membro da equipe faça a mesma coisa.

Construa relações fortes

Relações e comunicação no local de trabalho são a chave para a criação de energia positiva. É claro que nem todo mundo vai gostar um do outro pessoalmente, mas o esforço ainda deve ser feito para desenvolver fortes relações profissionais no local de trabalho. Concentre-se nos pontos fortes das pessoas e incentive seus colegas a reconhecê-los nos outros.

Para saber mais sobre a criação de um ambiente de trabalho positivo ou qualquer outro aspecto de liderar uma equipe, cursos e treinamentos de gerenciamento de projetos podem ser uma boa solução para você. Eles são uma ótima maneira de aprender novas habilidades, descobrir quais os fatores que contribuem para o sucesso do projeto e do progresso em sua carreira e se tornar um gerente de projetos bem-sucedido.

 

 

Créditos:

Autora: Michelle Symonds, gerente de projetos com qualificação PRINCE2, que acredita que o treinamento adequado em gerenciamento de projetos pode transformar um bom gerente em um ótimo gerente, e é essencial para os resultados de qualquer projeto.

Artigo publicado originalmente na newsletter Project Insider do Stakeholdernews